segunda-feira, 23 de março de 2009

Estaleiro

Segundo dizem, acabou a época para o Suazo.
Pareceu-me que ficou muito tempo em campo na final, ainda por cima vindo de uma lesão.
Lá se vai o reforço e vamos entregar a encomenda com defeito.
Rápidas melhoras.

5 comentários:

Jotas disse...

è verdade, são coisas de quem joga futebol

@rucci disse...

acho que esta lesão se agravou com o atropelo que sofreu aquando da desmarcação pró falhanço do nuno gomes. ninguém viu.
boas melhoras e que nunca jogue contra o benfica!

am disse...

Um jogador de grande categoria, que muita falta fará para o assalto ao primeiro lugar no campeonato.

Rápidas melhoras e que festeja connosco a vitória na liga Sagres.
Saudações

Carlos Machado Acabado disse...

Este Suazo é, em meu entender (mais...) um dos equívocos "made by Quique" que, do jogador, nunca soube tirar verdadeiro partido.
Fez-me pena ver um atleta inegavelmente dotado, fisicamente poderosíssimo e exemplarmente esforçado como este obrigado a correr "à maluca" atrás de chutões imensos mandados de trás, a ver se algum, mais ou menos por acaso, "pega"...
Suazo foi um investimento brutal (ganha cerca de 2.ooo contos diários, em moeda antiga...)de que o Benfica pouquíssimo beneficiou, como disse.
Agora, para culminar, aleija-se...
...e o Clube volta à estaca zero...
Com um Cardozo que precisa de OUTRO futebol que não aquele de que pode tirar partido Suazo, veremos como vai ser.
Isto é: se o Quique muda o modo de a equipa (não!) jogar ou se vai continuar, como costuma, a meter os jogadores à força num colete de forças táctico que ele idealizou e que não muda nem que (como dizia "o outro") "Cristo volta è terra".
Dele já não espero, francamente, nada.
Permito-me aqui acrescentar uma nota a (des) propósito para sublinhar a atitude do representante do Sporting na programa desportivo da SIC, apoiando a atitude arruaceira de Pedro Silva de atirar a medalha ao chão.
Ou, já agora, do representante do outro clube "indignadíssimo", qual 'súbita virgem' púdica, com a "vergonha" que, segundo ele, foi a final.
Não sei se, na "vergonha" incluía o comportamento inqualificável do tal Silva, se aí englobava a do seu próprio clube quando mandou a reserva ao jogo com o Sporting, depois de ter admitido, chantageando escandalosamente a organização (ele que acusa o Benfica de tê-la chantageado...) admitir nem sequer
estar presente na competição, desvalorizando-a e desvalorizando o mesmo Sporting que, docilmente, o "segue para toda a parte", em matéria de argumentação e posicionamentos.
Até por absurdo, isto é, não os tomando quando e onde deve, preferindo sempre caracteristicamente os gestos melodramáticos "para a geral", quando o "azar lhe bate à porta", como foi o caso...
E já nem falo nas "apitadelas" que esse mesmo clube, o tal que, segundo alguns, é "o mais histórico" (não será histérico?...)
protagonizou nos últimos vinte anos.
É, aliás, por essas e por outras (isto é, com "representantes" deste nível) que o futebol português perdeu de todo a credibilidade e não se perfila que, a não se correr com eles, a recupere tão cedo...

Carlos Machado Acabado disse...

Já terão reparado os "coristas" conhecidos por cantarem "urbi et orbi" o fado da «grande e "órrivel" traição» feita ao Sporting com o penalty mal assinalado pelo árbitro, na lesão do Suazo em jogada envolvendo directamente o Polga?
Ou será que as vítimas, se forem do Benfica, não contam para certas... "estatísticas" mais "argumentativas" e "funcionais"?...
Pois...