sábado, 7 de março de 2009

Reabilitação

Ontem, alguém confirmou a corrupção dos árbitros, de alguns árbitros.
Houve ousadia para tal, agora só falta começarem a dizer quem são os protagonistas.
Isto parece aquelas sessões dos Alcoólicos Anónimos (sem ofensa a ninguém, atenção). Começam pela negação, depois vão aceitando aos poucos, o passo seguinte é a aceitação completa e por último, muita força de vontade para a reabilitação. Este processo é lento e cada dia que passa é uma vitória. Vejamos: inicialmente ninguém assumia a corrupção. Isso eram histórias, mitos justificativos e cabalas contra alguém. Depois começou-se a falar que na verdade existiriam envelopes com dinheiro, viagens, noites calorentas, etc. Perante isto houve a aceitação de 6 pontos penalizantes. Isto foi um ligeiro avanço, mas para muitos, não era o assumir totalmente a corrupção.
Entretanto o discurso mudou. Alguém disse em tribunal que a corrupção de árbitros existe e que estes não são baratos (acredito que nem todos sejam corruptos). Foi dado um passo importante, pois até agora ninguém tinha assumido tão claramente esta ideia.
A comunicação social andava vai não vai, diz não diz, mas sem dizer grande coisa. Como se metem em tudo, compete-lhes, então, investigar os nomes em questão (eu acho que eles sabem, mas não podem dizer).
Agora como parte final do tratamento, só falta o assumir das várias personalidades envolvidas e não só (pois é importante que os passivos observadores contribuam), entre eles o presidente da arbitragem, APAF, sindicato, entre muitos outros, para se proceder à reabilitação no futebol.
Estou mesmo a ver: “Olá, o meu nome é Costa (nome fictício e voz distorcida) e fiz vários pagamentos em dinheiro para beneficiar o meu clube. Por favor ajudem-me a não dar mais dinheiro a ninguém”.
Para haver reabilitação, muita gentinha tem que saltar do poleiro. Muita gentinha que está agarrada à cadeira, que não acrescenta nada de novo ao futebol e quando falam sobre qualquer coisa são sempre muito vagos e distantes. Rodeiam o discurso, moldam-no para não se comprometerem, pois já estão enterrados até às orelhas.
Mas doa a quem doer, a reabilitação no futebol é necessária.

Entretanto, falando no SLB, lá tentam desestabilizar a equipa com notícias de assédio ou possível abandono de Quique dos comandos da Luz. São notícias despropositadas, mas que o nosso treinador faz e bem, colocar os pontos nos is. Se ele for de palavra (e parece que sim) ficará pelo menos até ao fim de contrato. Mas o que é que queriam, no dia anterior noticiaram que o David Luiz e o Sidney estavam entre os 10 centrais sub-21 mais valiosos do Mundo. É dia sim, dia não.

1 comentário:

Mimo Azul disse...

na minha opinião, espero que ele mantenha a palavra... que alguma coisa seja estável... comecemos pelo treinador!!!

bem, resta-me desejar boa sorte para amanha.. daqui a pouco!!!

bjcaaaaaaaa