segunda-feira, 13 de julho de 2009

SL Benfica x Shakhtar Donetsk

Esta segunda-feira, pelas 18:30 (directo na SIC) o Benfica defronta o Shakhtar Donetsk, detentor da Taça UEFA, em mais um jogo de preparação no Stade Trois-Chеne em Genebra.
Nem é preciso dizer nada, não é? O pessoal está com fome de bola.
PS: Não é por nada, mas no site do Benfica o Shakhtar está anunciado com o símbolo que deixou de existir em 2007.

3 comentários:

águia_livre disse...

Este um jogo bem mais dificil.

Vamos ver como recuperam os jogadores do Benfica, após o jogo com o Sion.

Aposto que vamos ganhar para arranjar moral

Saudações
.

Jotas disse...

Estes jogos como é óbvio valem o que valem. O mais importante de tudo é sem dúvida é observar ao longo da pré-temporada a evolução técnica, táctica e física da equipa.
Parece-me que a grande diferença desta pré-época em relação a anos anteriores, é que o novo treinador encarnado, começa desde já a consolidar um esquema de jogo e a querer delinear um onze base, algo que por exemplo, nunca aconteceu com Quique.
Os indicadores têm sido positivos, mas obviamente há ainda muito trabalho pela frente em todos os clubes e os jogos a doer são completamente diferentes.

Carlos Machado Acabado disse...

Muito discretamente (tendo ainda bem presentes algumas---imensas...---decepções anteriores...) não consigo resistir a um tímido, prudente, 'regresso' a este simpático e a mais de um título notável "Sou de um Clube...".
Ora, com Jesus (finalmente!) no Clube e (igualmente, por fim!) com ele, a promessa de um trabalho consistente e de uma organização lógica para a equipa de futebol, com cada um a jogar no seu lugar natural, sem "fantasias" nem "invenções" de "aprendiz de feiticeiro táctico" e um plantel (aparentemente?) muito bem escolhido dentro de um certo (e já razoável, aliás!) possível, começa (talvez...) a ver-se futebol para "aqueles lados"...
O segredo, no fundo, é bem fácil: ordem, motivação, convicção, qualidade.
Numa palavra: o 'limão' racionalmente 'espremido'.
Não sei se "desta é que é", claro!
Mas sei que o que ali se passa, percebe-se e, à primeira vista, convence.
Patric a "meter água" e a levar logo "nas orelhas" é um óptimo sinal.
Yebda a "ser chamado ao quadro", também.
Di Maria a correr e a defender, idem.
Saviola a "conejar" por ali e a trocar as voltas às defesas, idem-idem.
Cardozo a finalizar, idem-idem-idem
"Miúdos" cheios de qualidade a aparecerem "cá em cima", idem-idem-idem-idem.
Como eu sempre disse: a única equipa em Portugal que me mete medo chama-se... Sport Lisboa e Benfica!
Mete medo quando alguém, lá dentro, como ainda não há muito acontecia, se põe tolamente a "inventar"...
Os "Andróides"?
Digo-lhes como o Ângelo dizia do Puskas quando o Benfica era um ilustre desconmhecido do futebol mundial e foi à final da Taça dos Campeões ganhar ao Real Madrid: "O Puskas? Mandem-mo para cá que eu meto-o aqui, inteirinho, na minha 'poche'!..."
Os "Sapos do Viaduto"?
"Aquilo", se o Benfica jogar o que pode e sabe, é uma Naval mais... "compostinha" que o dinheiro não dá para mais!
Nada disto é bazófia: é o espírito que o Jesus voltou a trazer para o Clube---afinal, volto a dizer, ainda e sempre, o único em Portugal que me pode meter medo...